Personal

Sem Filtros || Personal

3.11.18 Ana Carvalho 4 Comments


Hoje venho fazer-vos um desabafo, algo que tem estado na minha mente há muito tempo. Para nós, que muitas vezes nos damos a conhecer de forma muito aberta e corremos o risco de nos expormos demasiado, é complicado sermos totalmente reais - sem filtros. Quando digo isto, não me estou a referir aos do instagram que tapam as nossas borbulhas e até nos maquilham quando não temos tempo, mas sim no que toca à nossa personalidade.

Tento ao máximo ser o mais aberta possível, tanto por aqui, como no instagram, como no Youtube, e acho que o tenho conseguido. Falo muitas vezes com vocês sobre a minha Perturbação Obsessiva Compulsiva, tentando mitigar o estigma das doenças ligadas ao foro psiquiátrico e psicológico. Falo sobre a Compulsão Alimentar (e ainda vou falar de forma mais aprofundada), falo sobre o Meu Corpo (Im)Perfeito e as mudanças a que tem sido sujeito. Tento falar e ser 'sem filtros'.

A verdade é que nem sempre é fácil, sobretudo quando estes temas não têm o apoio de quem esperávamos ter. Para nos abrirmos completamente, de forma a poder ajudar alguém (hopefully), precisamos de um amparo. Neste último mês, e sobretudo depois do vídeo onde mostro o meu corpo sem filtros, aprendi que esse apoio tem obrigatoriamente que vir de nós mesmos. Não podemos esperar que os outros compreendam esta necessidade de, muitas vezes, nos 'despirmos' com tanta naturalidade. Naturalidade esta que é conseguida com muito esforço, muito treino, muita prática e muita, muita, muita força. Força essa que desvanece quando apenas ouvimos do outro lado 'acho que te expuseste demasiado', em vez de um 'espero que este vídeo ajude muita gente!'.

Sempre tive em mente que, para ajudarmos alguém, neste mundo da internet e afins, é necessária uma exposição. É necessária uma abertura que nem todos conseguem - ou querem - ter... uma abertura que nos pode prejudicar a nível profissional - a uns mais do que a outros, uma vez que estou na área do Ensino. Uma exposição que não é fácil, que nem toda a gente entende, e que nem todos apoiam.

Esta abertura de que falo, nem sempre está presente. Dou-vos o exemplo desta foto... Ainda hoje pensei duas vezes em publicá-la porque não me sentia bonita. Tenho um vulcão em erupção no lábio, as repas tortas, um pijama e os óculos de andar por casa, com os quais já nem me identifico. Não me sentia confiante. No entanto, se viver apenas da minha confiança, serei o quê quando ela estiver de folga?
Deixo-vos o vídeo que mencionei
(basta carregar na imagem):


E SE ESPREITASSES AQUI?

4 comentários:

  1. Haverá sempre alguém que te dirá esse tipo de coisas: expuseste demasiado, que não devias falar sobre assunto x ou publicar sobre tema y. Um pormenor que não te podes esquecer é que muitas vezes esses comentários (que até podem ser bem intencionados e vir de um lugar de preocupação e afins) são projeções das próprias inseguranças da pessoa que o faz.

    Sim, os teus vídeos/posts/blogs ajudam alguém. Até posso dizer que eu até sou uma dessas pessoas. Ver alguém ter a segurança de dizer e mostrar quais são as suas próprias inseguranças no seu corpo, nas suas emoções, na sua mente, na sua vida, faz com que alguém que esteja a ver ou a ler sinta que não está só. As redes sociais são um highlight reel e acabamos por perder um pouco o chão quando vemos tanta perfeição e felicidade e olhamos para nós e nos sentimos tão imperfeitas e inacabadas. E depois há pessoas como tu que inspiram. A mim inspiraste-me a ser um pouco mais benevolente comigo mesma neste processo de aceitação de quem eu sou fisica e mentalmente e a aplicar dicas absolutamente úteis de maquilhagem que me fazem sentir ainda mais bonita e mais segura de mim. Antes pouco usava maquilhagem por não saber o que comprar e porque por todo o lado havia sugestões de produtos caríssimos! Hahahahah Está aqui deste lado uma pessoa a quem ajudaste com a tua "sobre-exposição". Tenho a certeza que haverá mais. Continua por nós! E obrigada por tudo! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Erika, nem imaginas o quanto me ajudaste com este teu comentário! Obrigada eu! <3

      Eliminar
  2. Eu acho que ficou fantástico! Adorei mesmo... por mim tens que continuar!


    Beijinhos,
    O meu reino da noite
    facebook | instagram | bloglovin

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário. ♥
(os comentários são respondidos aqui no Blog)