Personal

Afinal, o que é SER professor?

9.10.18 Ana Carvalho 0 Comments


Na semana passada, a 5 de Outubro, além da Implantação da República, celebrou-se também o Dia Mundial do Professor e dei por mim a pensar «afinal, o que é SER professor?»...

Ser Professor é dar colo. Dar apoio emocional, dar carinho, dar um abraço (e receber também). É saber amparar o aluno que nos chega às mãos nervoso, emocionalmente frágil, mas com tudo para dar. Costumo pensar muitas vezes no reforço positivo, de que tanto se fala agora, e que quando era pequena não tive, e tento dá-lo sempre, mesmo que depois de um erro. 

Ser Professor é lutar contra o «mas eu não consigo!» a toda a hora. É fazer o aluno acreditar nas suas capacidades, mesmo que ele se recuse a transformá-las em algo positivo. É ser capaz de explicar a mesma coisa, repetidamente, de formas diferentes, ao aluno que não percebe que 1 + 1 é igual a 2.

Ser Professor é alertar. É dizer aos pais que algo não está bem, é dar-lhes a 'má' notícia de que um filho pode ter uma dificuldade de aprendizagem e que será necessário agir o quanto antes para que essa mesma dificuldade não o faça passar por 'burro'. É precaver, preparar, quase que prever. É analisar rabiscos e letras tortas, vocabulário confuso e escrita estranha, a fim de podermos ajudar uma criança a compreender por que razão as letras saltam de lugar ou porque não consegue manter sentado.

Ser Professor é aturar birras. Desde pequenos a grandes! Choro, dores falsas de barriga ou cefaleias que não existem. Desculpas sobre o trabalho de casa, o tempo e a pouca vontade de estudar. É, muitas vezes, metade da aula de amuos e outra metade de trabalho - forçado, dizem eles.

Ser Professor é drenante. Sabem aquelas publicidades dos tira-gorduras? Ser Professor tira a energia, tira a vontade e o tempo de estar com a família e com os amigos porque há sempre coisas a preparar, a enviar ou corrigir. Às vezes tira mesmo tudo, até a paciência. O meu sonho é que um dia ainda se vendam frasquinhos na farmácia.

Ser Professor é uma vocação. Cada vez me convenço mais disto. Que só o faz quem ama ensinar, quem adora lidar com alunos de várias idades e de diferentes disciplinas (no meu caso, do 1º ao 12º, em 4 línguas). É saber que há sempre muito trabalho pela frente, muita responsabilidade, muito esforço, que pode não ser valorizado pelo outro lado.

Ser Professor é especial. É aprender todos os dias. É fazer parte do percurso de uma criança ou adolescente, e vê-los, com o passar dos anos, tornarem-se adultos. É por vezes receber um 'obrigada', um abraço ou um beijo que não estávamos à espera e que sabe a chocolate. Às vezes também ganhamos piolhos, mas acontece!

E SE ESPREITASSES AQUI?

0 Baton(s):

Obrigada pelo comentário. ♥
(os comentários são respondidos aqui no Blog)