lifestyle

Lifestyle || Coimbra (é uma lição)

28.2.18 Ana Carvalho 1 Comments



Foto tirada no Sapientia Boutique Hotel
Escolhi esta imagem para começar porque, realmente, está certa: Coimbra é uma lição. Viajar é sempre mais uma aprendizagem. Já lá tínhamos ido os dois, mas a verdade é que me identifico tanto com aquela cidade que não me importo nada de repetir o trajecto! No entanto, desta vez passeamos um pouco mais...
O rooftop do Hotel que mencionei na legenda acima, Sapientia Boutique Hotel, tem uma vista fenomenal. Vale a pena os 4€ dados por cada café, que veio acompanhado por um poema do Ricardo Reis, só para apreciar tudo na calmaria de uma tarde soalheira. Podem entrar mesmo que lá não estejam hospedados, só têm que verificar a disponibilidade ao balcão.
A Faculdade de Direito sempre foi uma casa para ele, por isso é como um ritual de passagem, bem como o Botânico, que é sempre um local onde nos sentamos durante algum tempo a conversar. As palavras saem quase que mais facilmente no meio da natureza, seja inverno ou verão. Estar numa relação à distância nunca é fácil, a comunicação é talvez o maior aspecto a ser continuamente trabalhado. Curiosamente, nós conseguimos fazê-lo quase em qualquer lugar, sem nos apercebermos das pessoas que nos rodeiam...é como se estivéssemos na nossa própria bolha.
Há uns tempos, fizemos a promessa de, em cada viagem, percorrer um espaço 'verde'. Temo-la cumprido e o local escolhido foi a Mata do Buçaco, onde pudemos respirar bem fundo e sentir os raios de sol no rosto um do outro. Sabem aquele silêncio só interrompido pelos nosso passos e pelos próprios sons da natureza? É o que podem sentir por lá... Para entrar de carro e evitar a subida gigantesca são 5€ que ajudam integralmente na manutenção da mata. 
No que toca a restaurantes, estes são os que recomendamos (da esquerda para a direita): Spaghetti Notte, para quem adora italiano; Dux, para quem prefere tapas; Itália, para quem tem um fraco por massas e pizzas com vista para o Mondego; e Tapas nas Costas, para quem prefere um ambiente mais intimista.
Viajar com ele é sempre uma lição. Uma aprendizagem sobre esforços financeiros, porque esta é uma parte que influencia muito as relações à distância, quer se queira quer não...sobre cedências, quando um quer ir ver o Benfica e o outro lá fica a falar sozinho...sobre companheirismo, quando ele percebe que às vezes tenho que atender chamadas do trabalho...sobre carinho e cuidado, porque me doem as costas...sobre paciência, porque ando devagar... Viajar com ele, que é especial e que me incutiu este bichinho pela descoberta de novos (e antigos) lugares, é amor.

E SE ESPREITASSES AQUI?

1 comentário:

Obrigada pelo comentário. ♥
(os comentários são respondidos aqui no Blog)