Autoestima,

O Meu Corpo (Im)Perfeito 3.0

23.8.17 Ana Carvalho 0 Comments

Parte de cima: Primark || Parte de baixo: Chineses
À semelhança dos dois anos anteriores (O Meu Corpo ImperfeitoO Meu Corpo (Im)Perfeito 2.0), chega agora a versão 3.0.

Durante estes anos de auto-descoberta passei a dar mais valor a mim mesma, ao meu corpo, aos meus traços, às minhas qualidades e também aos meus defeitos. Todos nós temos momentos em que acordamos 'com os pés do avesso' e não queremos saber do que há de bom em nós porque só vemos o que há de errado. É um processo. Longo, mas que vale muito a pena. 

Ser capaz de me deixar tudo o que me assola a nível psicológico é sempre um caminho contínuo, e depois de ter começado a minha nova medicação enquanto doente de POC (Perturbação Obsessiva-Compulsiva), tudo começou a compor-se. 

Há dias em que o medo, a insegurança e todos os receios atacam de uma vez só, mas eu faço sempre um esforço para dar a volta. Fazemos todos, certo? Acho que durante este último ano me apercebi que toda a gente tem quebras mas que, mais tarde ou mais cedo, elas acabam por desaparecer...porque afinal são só isso: quebras, fases...

Sinto-me livre, sinto que consigo desfrutar plenamente da liberdade do meu corpo e do meu ser, ainda que uns dias mais do que outros. Sinto-me leve, sinto-me feliz comigo mesma e com os outros. 

Estou cada vez mais agradecida pelo que tenho (e pelo que de negativo não tenho também...). Algo que aprendi a fazer lentamente, mas que tem mudado o meu pensamento de 'copo meio vazio' para 'copo meio cheio'. 

Proponho-vos um desafio...Já agradeceram hoje?

E SE ESPREITASSES AQUI?

0 Baton(s):

Obrigada pelo comentário. ♥
(os comentários são respondidos aqui no Blog)