22.6.17

E tu, já agradeceste hoje?

Foto da minha autoria num local que me enche o coração
Há uns tempos, enquanto fazia uma viagem longa, sentou-se ao meu lado uma senhora, aparentemente, com alguma idade. Bem vestida, sorridente, bem falante e bonita. Tinha 82 anos. Parecia ter 60. Confidenciou-me a história da vida dela, contou-me como viveu o seu amor, como abandonou a sua cidade por ele, e como ele a deixou sozinha, mas nunca só, numa casa grande e vazia, quando partiu, vítima de cancro. Uma casa que ela insiste em partilhar com filhos netos e amigos, a quem dá guarida sempre que quiserem aparecer. 

«De tantos homens que vi e conheci aqui na minha terra, como é que me fui apaixonar por aquele de outra? De tantos, porquê ele?» - disse-me ela, sorrindo. E eu sorri também, e fiz a mesma pergunta a mim mesma. De tantos, porquê ele, a 300km de distância?

Durante as duas horas de caminho que esta senhora partilhou comigo, falamos de tudo...da educação, do mundo atual, do amor...mas ela ensinou-me uma coisa muito importante. «Aprendemos sempre com os outros, sabe? No outro dia vi uma entrevista de uma pessoa que dizia que agradecia pelo que tinha e pelo que não tinha...e eu fiquei a pensar naquilo... Por que é que uma pessoa agradece pelo que não tem? Depois lá percebi...agradece pelo que não tem de mal!»

Entretanto a senhora lá saiu no seu destino e eu fiquei mais umas horas de caminho com os meus pensamentos e com tudo o que ela me disse. E senti-me grata. Porque, realmente, tenho muito pelo qual devo agradecer e nem sempre o faço.

A partir desse dia, passei a pensar para mim mesma: «Agradeço, por tudo o que tenho e por tudo o que não tenho.» Agradeço por ter uma família, amigos, amor. Por ter trabalho, por ter saúde, por ter a felicidade na palma da minha mão. Agradeço por não ter pessoas tóxicas à minha volta, por não ter problemas maiores do que as preocupações que invadem o meu dia a dia. 

«Em cada conversa, aprendemos um bocadinho mais...aposto consigo que um dia ainda se vai lembrar desta conversa e do que uma velhota com 80 anos lhe disse!» - e não é que lembro mesmo?

Agradece pelo que tens e agradece pelo que não tens.
Image and video hosting by TinyPic
Comentários
1 Comentários

1 comentário:

  1. Olá Catarina!
    Estás a viver uma fase tão boa da tua vida! Quem te segue está muito feliz por ti. Mereces tudo de bom pelo lindo ser humano que és!
    Beijinhos e sê muito feliz! :*
    Anita - A Caçadora de Sonhos * Facebook * Instagram

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário. ♥
(os comentários são respondidos aqui no Blog)